Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Covid-19 em junho no Alto Vale do Itajaí

Publicado em 04/07/2021 às 15:17 - Atualizado em 04/07/2021 às 15:29

Covid-19 em junho no Alto Vale do Itajaí

Foram 46% menos mortes no Alto Vale do Itajaí causadas pela Covid-19 em junho comparando-se com maio, que foi o pior mês de toda a pandemia na região.

O número de junho é melhor do que maio? É. O número de junho ainda é alto? É, mais de um por dia de média. O número de internações tem redução de 23% do dia 30 de maio comparado com 30 de junho. Legal, mas ainda exagerado. Em um curto intervalo, a curva sobe ou desce muito rápido.

Em alguns dias, vamos conseguir fechar o dado mensal de mortes por faixa de idade, para poder avaliar se já há um efeito da vacinação. E não temos dados de idade dos internados do Alto Vale.

Comparando o número de novos casos positivos por faixa de idade, quem teve maior aumento foi a turma de 40 a 49 anos (+13,2%), 50 a 59 (+12,9%) e as CRIANÇAS DE 0 A 9! (+12,04%).

Felizmente, o número com menor ritmo de novos casos positivos é da faixa de 70-79 e 80-89 anos. E em junho inteiro, nenhum novo caso acima de 90 anos foi registrado em todo o Alto Vale! (mas ocorreram mortes e internações de pessoas que tinham se infectado em maio).

Mas com apenas 11,48% da população vacinada com a segunda dose (alguns já começaram a receber a vacina de dose única, mas ainda não deu tempo de ter o efeito de imunidade), é bem difícil dizer, com certeza, que a vacina reduziu casos, internações e mortes. O Alto Vale já teve dias mais “calmos” em meio a pandemia, antes da vacinação ter começado.

Mas a redução do número de mortes no período é um grande avanço. E nitidamente, a faixa de idade das pessoas que faleceram, diminuiu.

Continuem se protegendo, incentivando que os outros se protejam e incentivem a vacinação. Devemos ter um grande avanço em julho de segunda dose. Talvez tenhamos dados ainda melhores ao final do mês que vem.